7 dúvidas sobre como preparar e fazer a bagagem de mão


Aprenda a preparar e fazer a sua bagagem de mão connosco.

Quem gosta de preparar e fazer a bagagem de mão? Existem muitas pessoas que sim. Sempre que realizamos uma viagem necessitamos de uma mala. No entanto, os limites de peso e dimensões da bagagem ou restrições que impõe as leis e as companhias aéreas, obrigam-nos a ter que saber arrumar bem uma mala, para que tudo caiba lá dentro. Esperamos que com este artigo resolva dúvidas sobre como fazer a bagagem de mão, que tipo de mala necessita, que artigos pode ou não levar, quanto deve pesar ou medir, qual é a melhor maneira de arrumar o que quer levar, ou se, além da bagagem de mão, pode entrar ou não com outros objetos e bolsas no avião.

Um seguro de viagem com cobertura de bagagem inclui a indemnização por danos, perdas ou roubo da mesma. Além disto, se houver um atraso na entrega da bagagem, a companhia aérea pagará os produtos de primeira necessidade que comprar. No caso de perda de bagagem num voo regular, a asseguradora usará todos os meios à sua disposição para localizá-la e, se encontrada, a enviará até si sem qualquer custo. Além destas garantias, o seguro de assistência em viagem é essencial para receber assistência médica adequada no país de destino, sem qualquer custo.


1. Que tipo de mala necessito?

Se calhar a mala de mão que tem em casa não serve para a sua próxima viagem. Porquê? Uma trolley ou um saco de mão? Pense no peso que vai incluir na mala e no tempo em que vai transportá-la durante a sua viagem. Não é o mesmo uma mala de fim de semana com pouca roupa e que vai deixar no hotel assim que chegar ao seu destino, que uma mala de mão pesada que vai carregar em vários aeroportos, meios de transporte ou destinos. É verdade que as rodas e as alças da mala facilitam o seu transporte sem ter que ser necessário carregar o seu peso, mas também reduzem espaço interno e aumentam o peso da mesma.

Que mala escolho? Tenha em conta o peso dos objetos que quer levar na mala e se haverão artigos delicados ou não. As malas duras protegem melhor o seu conteúdo, mas têm a desvantagem de que pesam mais e são mais rígidas, o que diminui o espaço interior e dificulta a distribuição dos objetos. Também faz com que seja mais difícil colocá-las nos compartimentos superiores ou por baixo do assento da frente do avião. Pelo contrário, as malas ou bolsas de pano oferecem menos proteção mas são muito mais ligeiras, espaçosas e adaptáveis à hora de colocá-las na cabine.


2. Quando devo preparar a mala?

Para determinar quando deve preparar a sua mala deverá ter em conta o tipo de viagem que vai realizar. Se calhar existem coisas que não tem em casa e que deverá comprar (protetor solar, medicamentos, adaptador, etc.). Aconselhamos que faça uma lista de tudo o que for necessário para a sua viagem. Dia após dia irá adicionando e eliminando coisas.

Quando for colocar as coisas dentro da mala, coloque tudo em cima da cama ou numa mesa grande para ter uma visão completa de tudo o que pretende levar.

Faça um teste, mesmo que seja com os objetos desarrumados e desdobrados, para saber se cabem e quanto pesará a bagagem. Algumas companhias aéreas são pouco flexíveis quanto ao excesso de peso e tamanho do mesmo.


3. Quanto tem que medir e pesar a bagagem de mão?

Estes números variam em função da companhia aérea.

- Air Europa: 55x35x25 cm e 10-14-18 kg, dependendo do assento e se o destino é de curta ou larga distância.
- EasyJet: 50x45x25 cm.
- Iberia: 56x42x25 cm.
- Ryanair: 50x40x20 cm e 10kg.
- Vueling: 55x40x20 cm.

As companhias aéreas para as quais não existem restrições de peso na bagagem de mão, especificam que a bagagem deve poder ser colocada e retirada do compartimento superior sem ajuda.

Se tiver que fazer escala, deverá ter em conta as condições de bagagem que requer cada companhia.


4. O que posso e que não posso levar na bagagem de mão?

Existem coisas evidentes que não se podem levar para o avião e outras que talvez o surpreendam. Algumas das coisas que não pode levar na bagagem de mão são: ferramentas (martelo, chave de fendas, brocas etc.); armas ou dispositivos que disparam projéteis (armas de brincar também estão incluídas!); equipamento desportivo (tacos de golfe, remos, patins, canas de pesca, material para artes marciais, etc.); objetos cortantes (facas, navalhas, saca-rolhas, tesouras); materiais explosivos, inflamáveis (fósforos), oxidantes (lixívia, tinta para o cabelo), radioativos, corrosivos, tóxicos (inseticidas) ou infecciosos; gases. Para o transporte de baterias de lítio existem exceções. Estas estão limitadas pelas suas caraterísticas e dependerá se estão instaladas no equipamento ou não.

Os dispositivos eletrónicos são aceites na bagagem de mão pela maioria das companhias aéreas, mas deverá colocá-los numa bandeja ao passar pelo controlo de segurança: portáteis, telemóveis, tablets, rádios, MP3, câmeras de vídeo, secadores e placas para o cabelo, gravadores, brinquedos a pilhas, máquinas de barbear ou escovas de dentes elétricas.


5. Que líquidos posso levar na mala de mão?

Em Portugal, as medidas de segurança aplicadas às bagagens de mão são aplicadas a todos os passageiros com saída desde qualquer aeroporto da União Europeia, Suíça, Islândia, Noruega, Brasil, EUA e África do Sul. Os líquidos, géis e/ou aerossóis devem ir em embalagens individuais cuja capacidade não seja superior a 100 ml. Estes recipientes deverão estar dentro de um saco transparente com um sistema de abertura e fecho e com capacidade não superior a 1 litro. Como deverá apresentar este saco separadamente da mala de mal nos controlos de segurança, as embalagens de líquido devem caber no necessaire para permitir ao segurança inspecionar de uma maneira fácil.

Existem exceções? Sim. Além de outras restrições segundo o tipo de líquido (corrosivo, inflamável, etc.), se viajar com bebés, poderá levar, e fora do saco transparente, leite, água ou sumo num biberão, e comida (puré, papas, etc.). Também se admitem produtos dietéticos, medicamentos (líquido, gel ou aerossol), insulina e outros medicamentos necessários em quantidades suficientes para a viagem, no entanto, neste último caso, poderão ser requeridas provas de autenticidade e controlos de segurança.

Também poderá colocar na bagagem de mão líquidos que adquira nas lojas Duty Free dos aeroportos da União Europeia (em zonas exclusivas a passageiros) ou, evidentemente, a bordo de um avião de uma companhia aérea comunitária.

Recorde que estas normas para produtos líquidos, em gel ou em aerossol não afetam a bagagem que vai no porão.

Um último conselho. Coloque o necessaire transparente num saco de plástico, porque este pode derramar e assim evitamos que os restantes itens que vão dentro da bagagem se manchem.


6. Qual é a melhor maneira de arrumar a bagagem de mão?

Guarde primeiro os elementos mais pesados como os sapatos, estes darão estabilidade à base das malas de tecido e não esmagarão as restantes roupas. Também poderá introduzi-los em sacos. Procure também colocá-los de modo a ocupar o menor espaço possível. Aproveite os buracos que sobram entre os sapatos para colocar cintos, lenços, roupa interior, etc. Depois, coloque as peças de roupa menos delicadas como a roupa interior, pijamas, fatos de banho, camisas, calças ou saias. Em vez de dobrar a roupa, enrole-a e ocupará menos espaço.

Coloque na parte superior o mais delicado ou frágil (souvenirs, objetos eletrónicos, bijuteria, etc.). Convém protegê-los com plástico (visto que o papel ocupa mais) para evitar que se estraguem.

Se usar uma mochila, tente distribuir o seu conteúdo para que nada o incomode nas costas (botas, sapatos ou outros objetos duros ou pontiagudos, etc.).

Não se esqueça de levar sacos vazios para colocar as roupas sujas e, se necessário, colocar uma outra mochila ou saco de pano dobrado para que não ocupe muito espaço. Poderá ser útil para alguma excursão ou para uma ida à praia.


7. Posso entrar no avião com outra bolsa além da bagagem de mão?

A lei de navegação aérea estabelece que, para voos com saída/origem em Portugal, o passageiro poderá transportar, além da sua bagagem de mão, as bolsas e pertences que leve consigo, além da bagagem de mão. Estes elementos que se podem levar na cabina sem ter que pagar podem ser: casaco, cachecol, guarda chuva, muletas, andarilho ou bengala, bolsa, carteira pequena, computador portátil e um saco com os artigos adquiridos nas lojas Duty Free do aeroporto de saída. Além disto, se viajar com um bebé poderá levar uma bolsa com a sua comida, bebida e tudo o que necessitar para trocá-lo durante o voo.

As condições para passageiros com cadeira de rodas ou carrinhos de bebé dependem de cada companhia aérea, embora todas obriguem a colocá-los no porão, mas sem ter que pagar por carrinhos adicionais.

Neste outro artigo encontrará mais dicas sobre como evitar problemas com a bagagem de mão no avião.

Utilizamos cookies para te proporcionar a melhor experiência possível. Mais info.

fechar