Viajar à Geórgia, Arménia e Azerbaijão: tudo o que precisa saber


Conselhos para viajar à Arménia, Geórgia e Azerbaijão.

Mosteiros, fortalezas, igrejas, mesquitas, dinâmicas cidades portuárias ou rodeadas por paisagens montanhosas impressionantes... São muitos os motivos para viajar à Geórgia, Arménia e Azerbaijão, destinos cada vez mais escolhidos pelos turistas, especialmente por aqueles que são amantes dos desportos de aventura. Sabia que o cáucaso compreende a Geórgia, Arménia e Azerbaijão?

Muitos optam por visitar estes países numa mesma viagem, já que as três capitais estão conectadas por estrada, comboio ou avião. Obviamente, será necessário seguir uma série de requisitos e recomendações, relacionadas especialmente com a segurança nos territórios fronteiriços.


Requisitos para viajar à Arménia.

Os cidadãos portugueses precisam de um passaporte em vigor para viajar à Arménia. O visto não é necessário caso permaneça no país até 180 dias, durante o prazo de um ano. É importante que leve sempre consigo o passaporte ou uma fotocópia do mesmo para poder identificar-se devidamente.


Como viajar até Arménia?

Atualmente, não existem voos diretos entre Portugal e Arménia, sendo necessário fazer escala em capitais europeias como Paris, Amsterdão, Moscovo, Varsóvia ou Atenas.


Cuidados de saúde a ter numa viagem à Arménia.

Não é obrigatória nenhuma vacina para ir à Arménia. No entanto, é altamente recomendável a contratação de um seguro de viagem com cobertura médica, acidentes e repatriamento, já que as condições sanitárias fora da capital não são as mais adequadas e as clínicas privadas têm preços muito altos. É preferível que a apólice cubra cancelamentos, atrasos ou perda de bagagem.

Se vai praticar desportos de aventura, é aconselhável adquirir uma apólice que cubra a assistência de acidentes ou busca e resgate. Entre os seguros de viagem da InterMundial, temos apólices que cobrem desportos de risco e na natureza, como o alpinismo ou o esqui

Se necessitar de algum medicamento com regularidade, leve a quantidade necessária consigo durante a sua viagem. Alguns medicamentos são difíceis de encontrar, como por exemplo, a insulina. Os psicotrópicos deverão ser declarados e justificados com receitas médicas.


Como pagar na Arménia?

Só se pode pagar com a moeda nacional do país, o dram. 1 (EUR) equivale a 540,93 (AMD). É proibido levar ou introduzir ou levar a moeda nacional do país. É recomendável trocar de moeda em bancos, hotéis e casas de câmbio oficiais. Deverá ter uma quantidade suficiente de moeda estrangeira consigo, preferencialmente euros ou dólares, para garantir a sua estadia no país.


A Arménia é um país seguro?

As zonas fronteiriças com a Turquia e Azerbaijão deverão ser evitadas. A fronteira entre estes países e Arménia está fechada, além de fortemente militarizada e os incidentes são frequentes.

É também desaconselhado qualquer deslocamento ao território de Nagorno-Karabaj, entidade territorial não reconhecida internacionalmente, pelo que a proteção consular não está assegurada. Além disto, passar por esta zona impede a entrada a outros países, como por exemplo, o Azerbaijão.

Em caso de emergências consulares, contactar com a Embaixada de Portugal em Moscovo pelo número +7 (495) 981 34 14.


O que ver na Arménia?

Deslumbre-se com a sua arquitetura declarada Património da Humanidade, como os mosteiros de Haghpat e Sanahin, a catedral e as igrejas de Echmiadzin, Zvartnotz e o mosteiro de Geghard. A Arménia é um destino incomparável para quem procura paz junto à natureza.

Este é um fantástico destino para o turismo ativo, com trilhos de trekking que permitem observar as montanhas, os lagos alpinos, os bosques intensos e canyons. Um destes maravilhosos lugares é o lago Seván.


É necessário visto para viajar à Geórgia?

Os portugueses podem viajar atè Geórgia sem visto para estadias inferiores a um ano, pelo que levar o passaporte ou o cartão de cidadão é suficiente.

No entanto, o MNE salienta que é preferível levar o passaporte caso viajemos para Geórgia através de um terceiro país que não aceite o cartão de cidadão como documento de viagem ou caso seja necessário realizar alguma gestão interna.


Como chegar e viajar pela Geórgia?

Atualmente, não é possível viajar à Geórgia desde Portugal em voo direto. Podemos voar até este país fazendo escala em Istambul ou Moscovo e aterrar nos aeroportos de Tiflis, a capital, ou Batumi, cidade portuária situada na costa oriental do mar Negro, próxima à fronteira com a Turquia.

Há quem percorra a Turquia, Arménia e Azerbaijão desde Geórgia por estrada. Se vai conduzir na Geórgia, procure usar as estradas principais, que foram renovadas. Convém estar atento ao comportamento dos condutores e evitar conduzir à noite e fora das cidades. Outro aspeto importante ao conduzir pela Geórgia é a taxa de alcoolemia permitida, que é de 0 g/l. Lembre-se que, em caso de acidente, é imprescindível ligar à polícia (telefone 022) para realizar uma denúncia. 

Os autostop e os minibuses são meios de transporte comuns entre os locais, usados também por alguns turistas. Os segundos são mais económicos, no entanto mais lentos, pois fazem paragens pelas cidades.

Se optar por apanhar o comboio, as linhas mais práticas para a sua viagem à Geórgia serão as que unem Batumi e Tbilisi ou a que vai desde esta capital à de Azerbaijão, Bakú.


A Geórgia é um país seguro?

A lei nacional "sobre os territórios ocupados" proíbe expressamente as regiões da Abkházia e da Ossétia do Sul. Estas duas regiões não estão sob o controle do governo georgiano, mas sim das tropas russas. Não é recomendável visitar as áreas de fronteira com a Rússia, nem onde se encontram o desfiladeiro de Pankisi e a região de Gori, próxima a Tiflis.

Em caso de emergência, contacte com a Embaixada de Portugal em Ankara através do +(90) 312 405 60 28/29.


É obrigatório contratar um seguro para viajar à Geórgia?

Deverá saber que as condições sanitárias do país são, em geral, más. Existem clínicas privadas com preços muito elevados, especialmente quando os clientes são estrangeiros.

Por isso, convém contratar, antes de viajar à Geórgia, um seguro de viagem que cubra os gastos médicos e de repatriamento. O nosso seguro Totaltravel garante este tipo de assistência na sua viagem à Geórgia. Esta apólice inclui coberturas de cancelamento de viagem, roubo e perda de bagagem, e perda de serviços, isto é, recuperar o dinheiro das conexões ou reservas que não possa desfrutar devido a atrasos ou cancelamentos no meio de transporte prévio.

Se vai realizar desportos de risco (submarinismo, viagens em balão, parapente, escalada, atividades náuticas, etc) convém contratar um seguro desportivo que inclua os gastos de assistência derivados da prática dos mesmos. Caso contrário, os gastos do tratamento médico ou hospitalização por acidente serão assumidos pelo paciente. Ao contratar uma apólice como Totalsports protegerá o resto da sua viagem, pois conta com coberturas próprias do seguro de viagem (cancelamento de viagem, bagagem, responsabilidade civil, etc.) que poderá desfrutar além de realizar desportos de risco ou não.

O MNE aconselha que, se vai viajar à Geórgia para praticar desportos de aventura é preferível organizar as atividades com antecedência e com quem conheça o itinerário planeado e respetiva duração.

Não existem vacinas obrigatórias para visitar a Geórgia durante curtas estadias.

As doenças mais comuns na Geórgia estão relacionadas com a ingestão de alimentos crus (frutas e legumes) e com a água, que deverá ser consumida engarrafada ou filtrada.


Como pagar na Geórgia?

Na Geórgia só se aceita a moeda nacional, o Lari georgiano. 1 (EUR) equivale a 3,45 (GEL). Convém viajar à Geórgia com dinheiro em numerário, euros ou dólares, e em quantidade "suficiente para garantir a sua estadia no país". É completamente proibido introduzir ou retirar a moeda nacional do país. É recomendável trocar a moeda apenas em bancos, hotéis e em lojas de câmbio oficiais. Além disto, é imprescindível declarar na Alfândega a quantidade de dinheiro que se introduz e que se retira da República de Geórgia. E mais, ao sair do país é obrigatório apresentar a declaração de entrada e, em caso da quantidade a exportar seja superior à declarada na entrada, será necessário justificar a sua procedência.

O uso do cartão de crédito estende-se nas principais cidades, no entanto, não é seguro utilizá-lo para retirar dinheiro das caixas multibancos, pois podem ficar retidos. É também recomendado controlar os movimentos das mesmas online ou com um sistema de alertas no seu smartphone.

É preciso ter especial cuidado com a compra de antiguidades, objetos de arte e tapetes, pois para retirar este tipo de objetos do país é obrigatório obter a correspondente permissão do Ministério da Cultura.


O que ver na Geórgia?

Existe muita coisa para apreciar na Geórgia, desde os mosteiros de Lavra e Udabno, as fortalezas de Narikala e Kartlis Deda, a Catedral de Tsiminda Sameba, as ruínas de Hamanes de Abanotubani, praias, montanhas (muito frequentadas por senderistas), boa comida (o mais distintivo do país é o khachapuri, um pão recheado de queijo, ovo e manteiga) e vinho.


É necessário visto para entrar no Azerbaijão?

O cartão de cidadão não é suficiente para viajar ao Azerbaijão. Deverá levar consigo um passaporte em vigor com caducidade até três meses depois da data da viagem. Além disto, os portugueses necessitam de um visto para entrar no Azerbaijão.

Os vistos de entrada deverão ser obtidos online, e não na fronteira.

Procure ter o passaporte em vigor, pois será necessária uma fotocópia do mesmo. O visto eletrónico será enviado ao respetivo email, devendo imprimir o documento.

Ao chegar ao Azerbaijão, deverá se registar nos Serviços de Migração nos dez primeiros dias da sua estadia. Caso se aloje num hotel, este é obrigado a fazer o registo por si.

A polícia realiza controlos de identidade de rotina, pelo que é recomendado levar sempre as fotocópias do passaporte e visto consigo, assim como guardá-las num lugar seguro.


O Azerbaijão é um país seguro?

Durante a sua visita ao Azerbaijão deverá ter em conta os territórios incluídos no seu roteiro. O Ministério de Assuntos Exteriores azerbaijano adverte que será negada a entrada ao país a todos os cidadãos estrangeiros que tenham visitado a autoproclamada República de Nagorno-Karabaj sem a autorização prévia da República do Azerbaijão. Caso seja inevitável o deslocamento pelo Alto Karabaj, um território em disputa entre a Arménia e Azerbaijão, deverá comunicar à Embaixada de Portugal em Ankara a sua identidade e o itinerário previsto. Não são aconselhadas visitas às zonas de fronteira entre Najchiván e Arménia.

Em caso de emergência consular, deverá contactar a Embaixada de Portugal em Ankara através do +(90) 312 405 60 28/29.


Existem voos diretos para o Azerbaijão?

Atualmente, não existem voos diretos desde Portugal para o Azerbaijão. A opção é voar até Bakú realizando escala em cidades europeias como Moscovo, Frankfurt, Paris, Praga ou Istambul.

Se se vai mover pelo país em carro, gostará de saber que pode conduzir no Azerbaijão com a carta de condução portuguesa.


É obrigatório contratar um seguro de viagem para ir ao Azerbaijão?

Não é obrigatório, mas convém que contrate um seguro de assistência em viagem. Este deverá cobrir gastos médicos, transporte sanitário e repatriamento pois as condições sanitárias no país mantêm uma falta de modernização nas equipas médicas. A sanidade privada está limitada a pequenas clínicas e a urgências. Além disto, as infraestruturas médicas fora de Bakú, a capital do país, são muito limitadas e em caso de emergência poderá ser necessário o transporte do doente até à Turquia ou até a outro país próximo da Europa Ocidental. Um seguro de viagem evitará que tenha estes gastos de transporte até outra cidade ou país por razões de emergência médica.

O MNE pede que o viajante comprove a apólice do seguro e verifique que contém expressamente Azerbaijao no seu âmbito de cobertura, pois a maioria das empresas portuguesas não inclui. Este não é o caso da InterMundial, pelo que poderá viajar até ao Azerbaijão protegido com os nossos seguros de viagem.

A mesma fonte também aconselha que, caso pratique desportos de risco, contrate um seguro específico que cubra despesas de busca e resgate, hospitalização e repatriamento, pois estes podem chegar a ser muito elevados. Poderá praticar desportos de aventura no Azerbaijão contratando o nosso seguro desportivo Totalsports.

Não existem vacinas obrigatórias para viajar até ao Azerbaijão.


Como pagar no Azerbaijão?

A moeda local do Azerbaijão é o Manat. 1 (EUR) equivale a 1,85 (AZN). É recomendado trocar euros em bancos, hotéis ou em casas de câmbio oficiais. Ao utilizar o cartão de crédito, verifique os movimentos de conta durante a estadia no país. Entrar no Azerbaijão com a sua moeda nacional supõe o controlo na fronteira, onde deverá preencher um formulário e conservá-lo até à data de regresso.

Utilizamos cookies para te proporcionar a melhor experiência possível. Mais info.

fechar