Viajar a Andorra, Mónaco, San Marino, Liechtenstein e Vaticano


Esclarecemos que documentos são necessários e como viajar a Andorra, Liechtenstein, Mónaco, San Marino ou Vaticano: países da Europa fora da União Europeia.

Alguma vez duvidou se países tão pequenos da Europa, como a Cidade do Vaticano, Mónaco, San Marino, Liechtenstein ou Andorra fazem parte da União Europeia? Estes são países da Europa fora da União Europeia. Por mais que a sua localização geográfica ou a partilha do mesmo idioma ou moeda, em alguns casos, possa indicar que pertencem à UE. E é que alguns deles estão no interior de outro país da UE muito maior, como é o caso do Vaticano ou a República de San Marino, que estão em Itália, ou o Mónaco, que se localiza em França. Andorra faz fronteira com Espanha e França e o Liechtenstein, com a Áustria e a Suíça. Além disso, devido ao seu menor tamanho, estes países são frequentemente visitados quando os viajantes visitam os países vizinhos. Quem é não foi ao Vaticano se esteve em Roma? Ou quem não tira proveito de uma visita à Riviera Francesa para visitar o Mónaco?

Por estes motivos, se está a pensar em viajar a países da Europa fora da União Europeia como é o caso deAndorra, Liechtenstein, Mónaco, San Marino ou Vaticano, deverá querer saber se pode entrar nestes países com os mesmos documentos que se exigem ao portugueses ou cidadãos comunitários para viajar pela União Europeia, ou seja, o cartão de cidadão ou passaporte em vigor, ou se o Cartão de Saúde Europeu garante assistência médica. Por outro lado, pelo seu menor tamanho, talvez tenha dúvidas se estes cinco destinos europeus têm ou nao aeroporto ou estações de comboio.


Viajar a Andorra: proteja-se com um seguro de viagem se for esquiar.

Para viajar a Andorra como portugueses apenas necessitamos do passaporte ou do cartão de cidadão em dia. Não é obrigatória nenhuma vacina para ir a Andorra. A moeda oficial é o euro.

Em termos de saúde, o Cartão Europeu de Seguro e de Doença não servirá para receber assistência médica em Andorra. Por isso, é recomendável adquirir um seguro de viagem que cubra gastos médicos. Se o motivo da sua viagem a Andorra é realizar desportos de neve, é muito recomendável adquirir um seguro de esqui que cubra acidentes na pista e fora dela e cubra os custos de um possível resgate, que podem ser muito elevados. Na InterMundial contamos com o seguro Wintersports, que o protegerá durante toda a sua viagem por Andorra e não apenas mediante incidências relacionadas com desportos de neve.

É importante informar-se sobre as restrições de importação de certos produtos em Portugal, conhecer os limites de valor ou quantidade de bebidas alcoólicas, tabaco, café, chá, perfumes ou produtos alimentares.

Portugal conta com Consulado em Andorra La Vella, cujo contacto de urgências é o +(376) 805 305.


Visitar a Cidade do Vaticano: consulte os requisitos para viajar a Itália.

Dado que a Santa Sede ou Cidade do Vaticano se encontra no centro de Roma, deveremos consultar os requisitos e recomendações para viajar a Itália.

Para visitar o Vaticano, os portugueses precisam do passaporte ou cartão de cidadão em vigor para poder voar aos aeroportos de Fiumicino ou Ciampino, em Roma.


Viajar ao Liechtenstein: Aproveite a sua visita à Suíça para visitar o Principado.

Para viajar ao Liechtenstein, os portugueses precisam apenas do passaporte ou cartão de cidadão em vigor, não sendo necessário visto, nem vacinas obrigatórias. É aconselhado inscrever-se no Consulado Geral de Zurique como não residente, caso a sua estadia no Liechtenstein supere os 30 dias.

O aeroporto mais próximo para viajar ao Liechtenstein é o de Zurique. Desde esta cidade, a 130km da capital do Principado, Vaduz, podemos chegar ao Liechtenstein em carro, por auto estrada direta. A carta de condução portuguesa é suficiente. Outra opção se estamos a viajar pela Suíça é apanhar o comboio desde Buchs ou Sargans. O autocarro é uma opçao rápida se viajarmos a Liechtenstein desde Buchs.

As condições sanitárias no Liechtenstein são muito boas. Os viajantes portugueses que tenham o Cartão Europeu de Seguro e de Doença (CESD) terão direito a receber assistência médica, em condições de igualdade com os locais. No entanto, é recomendado contratar um seguro de viagem que cubra as assistências não incluídas no CESD, dado o elevado custo dos gastos médicos no Liechtenstein. Caso a sua viagem ao Liechtenstein tenha como objetivo a prática de desportos de montanha ou inverno, convém que o seguro cubra explicitamente os gastos de procura, resgate e repatriamento, como é o caso do nosso seguro de esqui Wintersports ou o seguro desportivo Totalsports.

Embora a moeda oficial seja o franco suíço (1 euro equivale a 1,05 francos), os euros são aceites nos estabelecimentos situados nas zonas mais turísticas do Principado. Além disso, os euros em notas podem ser trocados em qualquer banco do Principado. Algumas caixas multibanco emitem euros diretamente.

Contacte com o Consulado Geral de Portugal em Zurique em caso de emergência através do + (41 44) 200 30 40.


Viajar a San Marino: escapadinha de um dia se viaja pelo centro de Itália.

San Marino está localizado entre as regiões italianas de Emilia-Romanha e Marcas, pelo que só faz fronteira com Itália.

Para viajar a San Marino, os aeroportos mais recomendáveis são os de Rimini e Bolonha. Uma vez em Bolonha, a melhor opção é apanhar um comboio a Rimini, e desde esta cidade costeira, apanhar um autocarro para San Marino desde a estação de comboios.

Para ir a San Marino, basta ir com o cartão de cidadão ou passaporte em vigor. Tal como acontece com o Mónaco e a Cidade do Vaticano, esta República mantém acordos de controlos fronteiriços com países da UE, fazendo parte do espaço Schengen.

As condições sanitárias são similares às portuguesas, e não é preciso levar nenhuma vacina para viajar a San Marino. No entanto, dado que neste país o CESD não é válido, ao não ter nenhum acordo bilateral com Portugal, terá que pagar a assistência médica, pelo que é aconselhável contratar um seguro de viagem. O Totaltravel de InterMundial é um seguro económico que conta com as coberturas necessárias para a sua viagem por San Marino e Itália: assistência médica 24 horas, gastos de cancelamento ou incidências com o transporte, bagagem e responsabilidade civil.

Apesar de San Marino não ser membro da UE, este país está autorizado a utilizar o euro como moeda oficial, pelo que deveremos pagar nesta moeda.

San Marino está localizado numa zona montanhosa com elevado risco sísmico. Por isso, o Ministério de Negócios Estrangeiros aconselha estar informado sobre como atuar em caso de que se produzam terremotos de forma inesperada.

Em caso de urgência, deverá contactar com o Consulado Geral em Roma: (+39) 06 844 801.


Viajar ao Mónaco: Imprescindível na sua visita à Riviera Francesa!

Como portugueses, para viajar ao Mónaco, apenas é necessário ter o cartão de cidadão ou o passaporte em vigor, não sendo necessário visto nem vacinas obrigatórias. No Mónaco é usado o euro.

A qualidade dos cuidados médicos é muito boa. No entanto, o Mónaco não pertence à União Europeia e portanto, o Cartão Europeu de Seguro e de Doença não proporciona uma cobertura de saúde, pelo que é imprescindível ter um seguro médico de viagem, como o Totaltravel.

- Para viajar ao Mónaco em avião, deverá saber que o aeroporto mais próximo é o de Niza. Desde o terminal, pode apanhar um autocarro até Monte Carlo.
- A viagem em comboio desde Nice até Monte Carlo é direta e dura entre 15-25 minutos. Desde a estação do Mónaco também poderá viajar a Cannes, Menton ou Ventimiglia (Itália), e até Paris em TGV.
- Se viajar em carro, o Mónaco está muito bem conectado com a França e Itália através de uma rede de auto estradas. A mais usada é a A8, que conecta o Mónaco com a fronteira italiana e a oeste com Nice e Marsella. Entre Nice e Mónaco, também pode desfrutar de um belo 'road trip' com espetaculares vistas sobre o mar através de três rotas:
*Basse Corniche (autoestrada 98) que percorre o Mediterrâneo.
*Moyenne Corniche (autoestrada 7) que atravessa Eze-Village.
*Grande Corniche (Grande Rota da Costa) que passa pela Turbie e Col d'Eze.

Em caso de emergência, contacte com o Consulado de Portugal no Mónaco através do +(377) 93258800.


Antes de viajar para o estrangeiro, é recomendado que se inscreva no Registo do Viajante através do portal das Comunidades Portuguesas para facilitar a atenção em caso de emergência ou necessidade.

Os viajantes que necessitem do visto Schengen para movimentar-se pelos países que fazem parte do espaço Schengen deverão saber que o Liechtenstein, juntamente com a Islândia, Noruega e Suíça assinaram o Acordo Schengen, fazendo assim parte do espaço, apesar de não pertencerem à UE. Além disso, o Mónaco, San Marino e a Cidade do Vaticano mantêm acordos de controlo de fronteiras com países da UE, fazendo parte de facto do espaço Schengen. Em Andorra são aceites apenas vistos Schengen de entrada múltipla, visto que entrar em Andorra significa sair da zona Schengen.

Utilizamos cookies para te proporcionar a melhor experiência possível. Mais info.

fechar